Voltar
Deputada do PSD Maria das Mercês Borges demite-se

 

A deputada do PSD Maria das Mercês Borges pediu esta quinta-feira a demissão de todos os cargos em que representava o grupo parlamentar, depois de notícias que a implicam num falso registo do deputado Feliciano Barreiras Duarte numa votação.

De acordo com uma nota de imprensa da bancada social-democrata, o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, já aceitou este pedido de demissão.

A deputada Maria das Mercês Borges era presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade e coordenadora da bancada do PSD na Comissão do Trabalho.

Na quarta-feira, o Observador noticiou que terá sido esta deputada a registar Feliciano Barreiras Duarte na votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2019 em 30 de outubro, ocasião em que este deputado esteve no plenário de manhã mas ausentou-se depois por razões familiares. No entanto, o seu nome consta do registo dos deputados que votaram contra o orçamento.

Contactada pelo Observador, Mercês Borges admite que possa ter “carregado no botão” pelo companheiro de bancada no momento da verificação de quórum, acrescentando já o ter feito por outros deputados e tratar-se de uma prática que é feita em outras bancadas.

"Não consigo precisar se o registei, se carreguei ou não carreguei. Sei que ele saiu em pânico por causa do filho, totalmente desesperado, por isso posso ter carregado porque fazemos isso muitas vezes”, afirmou.

 

Ana Marisa Vieira