Voltar
Explosão de gás causa quatro feridos graves em Peniche
07 dez 2018

(Atualizada às 16h50) 

Os quatro homens que sofreram ferimentos graves numa explosão de gás em Peniche foram transportados para os hospitais da Universidade de Coimbra e de Santa Maria, em Lisboa, informou o INEM.

As quatro vítimas da explosão numa residência de estudantes, em Peniche, sofreram “queimaduras graves” e foram transportados, “três para hospitais da Universidade de Coimbra e, a vítima mais grave, para o Hospital de Santa Maria (em Lisboa)”, informou fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Os feridos são funcionários de uma empresa que efetuavam trabalhos no edifício, têm “entre 30 e 37 anos”. Ainda de acordo com o INEM, foram avançadas “mais duas vítimas”, mas trata-se de “dois trabalhadores da empresa que se encontram ilesos e a receber apoio psicológico”.

Entretanto o Instituto Politécnico de Leiria confrmou que “não foram afetados pelo acidente quaisquer membros da comunidade estudantil ou quaisquer colaboradores” da residência.

A explosão ocorreu às 12:45 quando, segundo o vice-presidente da Câmara de Peniche (distrito de Leiria), Mark Ministro, “estavam a ser efetuados trabalhos na conduta de uma residência estudantil”.

A residência, localizada na avenida Paulo VI, próximo das piscinas municipais de Peniche, “não sofreu quaisquer danos estruturais” e o acidente “não representou qualquer perigo para a comunidade estudantil”, acrescentou o vereador.

No local estiveram 34 operacionais apoiados por 12 veículos, entre os quais dois helicópteros do INEM, as viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) dos hospitais das Caldas da Rainha e de Torres Vedras, e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida do INEM, que enviou para o local uma equipa de psicólogos.

 

Ana Marisa Vieira

07 Dec 2018
Sporting é campeão europeu de judo

07 Dec 2018
Governo propõe salário base da administração pública de 635 euros

07 Dec 2018
Comissão de inquérito vai visitar Tancos e inicia audições em janeiro